segunda-feira, 16 de julho de 2012

Geotalk - Luisftas - Owner da melhor cache do Arq. da Madeira


Geotalk - Luisftas - Owner da melhor cache do Arq. da Madeira

Enviar por E-mailVersão para impressãoPDF
Avaliação:Rating StarRating StarRating StarRating StarRating Star / 10
FracoBom 
O Arquipélago da Madeira tornou-se um verdadeiro paraíso para a prática de geocaching nos últimos anos, e o Luis Freitas muito tem contribuído para este fabuloso panorama! No activo desde 2010, o geocacher funchalense conta já com mais de 80 caches escondidas um pouco por toda a Ilha, com o objectivo de promover e partilhar as mais surpreendentes paisagens da Madeira.
Imagem
Garganta Funda alcançou o título de melhor cache do Arquipélago, na votação do Prémios GPS 2011, e pelo feito felicitamos oLuisftas!
Luis, na qualidade de Owner foste uma das estrelas da edição de 2011 dos Prémios GPS! 9 caches Nomeadas, 2 Finalistas e, naturalmente, a cache Vencedora na Madeira, Garganta Funda! Que balanço fazes desta espectacular performance?
Naturalmente que são números impressionantes e que serão difíceis de repetir. Apesar de não apontar para os números, é sempre bom estar atento pois juntamente com os logs, são as ferramentas que nos mostram se a cache está a ser bem recebida pela comunidade ou se será preciso trabalhar um pouco mais nela e fazer alterações.

Em algum momento achaste que a Garganta Funda seria uma potencial vencedora, face às outras belíssimas finalistas?
Numa fase inicial com todas as 16 finalistas, não seria a minha primeira aposta. Naturalmente que ao chegar às finalistas, existe sempre a esperança de vencer, mas julgava que a minha outra finalista Caldeirão do Inferno teria mais hipóteses por ser um sítio igualmente bonito, fisicamente mais desafiante e por ser um lugar de visita obrigatória para os turistas que nos visitam.

Do teu ponto de vista, quais as características que tornam a Garganta Funda uma cache tão apreciada pelos geocachers visitantes? Que factores foram decisivos para esta vitória?
Penso que o facto de ser um lugar desconhecido por todos e pelo facto de a princípio as expectativas não serem elevadas ajuda. Tenho recebido logs onde os geocachers mostram preferência por sítios mais à margem das grandes massas de turistas e a Garganta Funda é realmente um sítio relaxante onde raramente se encontra alguém pelo caminho. A cascata que dá o nome à cache é muito bonita, especialmente no Inverno quando o caudal é mais elevado.
A parte final da cache dá-nos uma nova paisagem, uma boa panorâmica da costa e uma certa dose de aventura, visto ser uma descida que por vezes mexe um pouco com as pessoas devido à altura e ao tipo de terreno.

És um geocacher extremamente dinâmico na Madeira, conheces a Ilha a palmo e estás claramente empenhado em partilhar com a comunidade os locais mais incríveis da Ilha! Há ainda muitos locais surpreendentes na Madeira merecedores de um Hide?
Sim, ainda existem sítios interessantes pela ilha. Estamos a assistir a um crescimento muito grande de novos praticantes, owners e novas caches. No entanto grande parte delas são drive-ins situadas nas zonas de maior densidade populacional, pelo que ainda existem zonas da ilha que têm segredos escondidos. Penso que a este ritmo, os melhores sítios da ilha não chegarão virgens a 2013.

Que balanço fazes destes teus dois anos de geocaching activo? Achas que já deste o teu melhor ao serviço desta actividade, ou estás cada vez mais motivado e entusiasmado?
Tendo em conta o feedback recebido, penso que o balanço é positivo. A nível pessoal foram dois anos muito bons com grandes momentos e grandes aventuras. O meu contributo para a actividade irá continuar mas naturalmente haverá uma mudança de rumo, passando da criação de caches para a melhoria e manutenção adequada das já criadas. Tenho muito orgulho nas caches que tenho e julgo que muitas delas poderão ser alvo de melhorias a vários níveis. Também tenho analisado e discutido a hipótese da criação de caches em conjunto com outros geocachers. Já tenho algumas assim e são sempre formas de fortalecer laços, juntar várias ideias e informações e dividir tarefas.
Imagem
Qual é a tua apreciação global sobre a iniciativa Prémios GPS? Acreditas que este projecto também traz benefícios para a prática de geocaching na Madeira?
Coloquei em 2011 as minhas primeiras caches e não tinha conhecimento do site nem das iniciativas do Geopt. Através dos seus dinâmicos colaboradores aos poucos fui tomando conhecimento do excelente trabalho realizado. Os Prémios GPS são importantes pois dão-nos uma ideia do melhor que se faz pelo país, coisa que de outra forma seria muito mais difícil, especialmente para quem se encontra nas ilhas. Eles são também uma forma de filtro, mostrando-nos quais as caches que devemos dar especial atenção em determinadas regiões. Penso que agora que os geocachers madeirenses têm conhecimento desta iniciativa, esta servirá como um incentivo extra para fazer mais e melhor.

Das caches nomeadas Prémios GPS 2011 que tiveste oportunidade de visitar, queres destacar alguma que te tenha particularmente agradado?
Infelizmente só tive a oportunidade de fazer as caches nomeadas da ilha da Madeira. De entre as 16 nomeadas na ilha e excluindo as minhas 9, destaco a The Challenge do noddynunes e do johnsbar, a qual fiz muito pouco preparado e que será uma aventura que não esquecerei tão cedo. Destaco igualmente a Poço do Bezerro do johnsbar, especialmente por ter sido feita através de Canyoning.

E se eu te pedir um palpite para algumas Nomeadas GPS 2012 no Arquipélago da Madeira, quais são, até ao momento, as tuas apostas?
Ainda estamos a meio do ano e o número de caches publicadas é já quase igual ao de 2011. Isto indica que não faltarão escolhas e que ainda muitas boas caches irão surgir até ao fim do ano. Tenho algumas publicadas neste ano que espero que sejam do agrado dos geocachers mas falando exclusivamente das encontradas destacava a Parque das Merendas do hugo-silva e a A Casa do Cucu "Poiso" do hugopita essencialmente pelos containers bem construídos que antes só conhecíamos pelo youtube e que agora já os podemos encontrar e ver ao vivo como funcionam. Destaco também as caches do owner ferofero, sempre com containers originais, trabalhados à mão e contextualizados com a bem documentada listing. De entre as suas caches penso que a mais bem cotada a nível estatístico será a Welcome - Funchal Ecological Park. Finalizo destacando as caches com os melhores lugares: A casa dos Flinstones do Madventure4x4 e o Lombo do Barbinhas do johnsbar.
Imagem
Obrigada Luis e continua o excelente trabalho no Arquipélago da Madeira! A comunidade agradece!

Reações:

0 comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Geocaching Video